Como fazer um roteiro de viagem para Europa

Sim, pode ser por uma agência de viagens e pronto. Você não precisa fazer mais nada, só escolher o pacote e deixar que te levem. Mas, para os viajantes mais aventureiros, nada como perder horas e horas planejando uma viagem. E para quem gosta de planejar e viajar esse passo é todo um ritual de entrada no espírito das férias, a antecipação é quase tão boa quanto a viagem em si.

Ir para a Europa apresenta o seguinte desafio. Você quer sempre visitar tudo, até o que você já viu. Além de ser um continente pequeno (oi, eu moro no Brasil), dá para viajar muito de trem, alugar carro porque as auto pistas são excelentes, ir de avião em voos baratos, ou seja, você quer ir para todas as partes e realmente dá para fazer isso. Então o desafio é fazer um roteiro com múltiplos destinos e que valha a pena.

1. Defina qual a região que você quer visitar. Barcelona, Praga e Londres são incríveis, mas se prepare para perder dias em trânsito ou já comprar as passagens de avião. Minha recomendação é ficar em alguns eixos, tipo leste europeu, ou Espanha, Portugal e França e por aí vai. Nós vamos fazer quase uma linha reta sentido Sul-Norte. Italia-Suíça-Holanda.

2. Escolha as grandes cidades primeiro. Esse é um passo importante para saber qual a região que você não quer perder. Mas lembrem-se, cidades como Paris, Londres, Roma, merecem mais atenção, reserve no mínimo quatro dias para cada uma desse porte. Você vai querer ver muita coisa e existe todo tipo de programa para fazer nessas cidades.

3. Olhe no mapa todas as cidades que querem visitar entre as cidades grandes. Uma boa maneira que encontrei de fazer isso é no site do Euro Rail, você pode ver a distância entre cada uma e qual o tempo que leva para chegar de uma a outra.

4. Depois de definidas todas as cidades, reduza pela metade. Sim, a gente tende a exagerar, como tudo é muito perto sempre sentimos que podemos passar por muito mais lugares do que o real. Veja na sua lista quais as principais cidades dessas escolhidas e fique com essas.

5. Compre a passagem de avião. Com o roteiro definido, hora de comprar a passagem. Pesquise bastante, tenha pelo menos dois meses de antecedência. Normalmente as passagens round trip (ida e volta) são mais baratas do que as só ida. Mas pense bem antes de optar por ida e volta do mesmo lugar, isso pode acabar limitando seus destinos.

6. Seja cara de pau. Você pode escolher ficar em hotéis, B&B ou albergues, mas se tiver algum conhecido por lá não deixe de pedir abrigo. Reduz muito o custo total da viagem e você pode aproveitar mais, já que a passagem até lá é cara e a viagem pode ficar mais longa. Nas cidades grandes sempre vale a pena pagar mais para ficar no centro, caso queira ficar um pouco mais afastado garanta que está perto de uma estação grande de ônibus ou metro.

7. Decida se quer ficar a pé ou de carro. Alugar um carro é uma boa opção e não sai tão caro. Mas cuidado com as grandes cidades, o trânsito muitas vezes é pesado e caótico, além de ter que ficar procurando vaga para estacionar. Recomendo alugar carro para ir de uma cidade a outra ou passear pelo interior dos países visitados. Sempre procure mapas de metro e linhas de ônibus. Táxi em euros também pode ser um gasto desnecessário.

8. Defina as atrações principais. Agora sim, roteiro definido, passagem comprada, meio de transporte determinado comece a procurar na internet, livros de viagem, revistas, as coisas que valem a pena de cada lugar. Não precisa ter mapeado cada minuto do dia, é bom deixar sempre espaços para se surpreender. Mas tenha claro quais são as atrações que vocês não querem perder. Por exemplo, em Paris queríamos ver o Louvre, a Torre Eiffel, andar pela Champs-Élysée, tínhamos mais um ou outro museu, jantar no Bateau Mouche, ver um espetáculo no Moulin Rouge e jantar no Les Sombre. Ficamos por volta de quinze dias, vimos essas atrações e mais muitas outras que não esperávamos. Esse passo é importante porque algumas coisas precisam de reserva e é bom garantir.

Have Fun! Divirta-se. Viajar é sempre uma delícia, imprevistos acontecem, não esquente a cabeça. O seu estado de espírito pode ser a diferença entre uma experiência divertida e inesquecível e uma extremamente chata, que também será inesquecível.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s